Fototipia. Retrato de José Maria Raposo de Sousa d'Alte Espargosa, por Roessinger-Jeanneret

Ações disponíveis

Ações disponíveis ao leitor

Consultar no telemóvel

Código QR do registo

Partilhar

 

Fototipia. Retrato de José Maria Raposo de Sousa d'Alte Espargosa, por Roessinger-Jeanneret

Detalhes do registo

Nível de descrição

Documento simples   Documento simples

Código de referência

PT/AMM/AMR/FT/PR02/030

Tipo de título

Atribuído

Título

Fototipia. Retrato de José Maria Raposo de Sousa d'Alte Espargosa, por Roessinger-Jeanneret

Datas de produção

1910  a  1913 

Datas descritivas

s/d, à volta de 1910, mas anterior a 1913

Dimensão e suporte

Cartão secundário: 24,1x21,2 cm; Fotografia: 14,5x10 cm

História administrativa/biográfica/familiar

Arnold Casimir Roessinger (1854, Couvet, Suiça -1913, Les Planches), fotógrafo, conhecido na sua carreira de fotógrafo por Roessinger-Jeanneret, em virtude de se ter casado com Marie Jeanneret, no ano de 1878, altura em que já aparece como fotógrafo na Comuna de Couvet. Em 1881, muda-se com a familia para Davos-Platz., onde fica com o atelier de Richard Friedel, em Villa Anna. Mais tarde, em 1891, vem a estabelecer-se em Montreaux, onde funda o Atelier de Fotografia Roessinger-Jeanneret, sita na Avenue du Kursaal, nº 23, a qual funcionará até à sua morte (1913). Participou em várias exposições, nomeadamente, Bruxelas (1893, medalha de ouro), Londres (1893, medalha de ouro, e 1894, Diploma de Honra) e Chicago (1894, Grande Prémio de Honra).(Fonte: http://www.badrutt.org/PiBa-NE-604.htm; http://www.badrutt.org/PiBa-VD-611.htm)

Casa fotográfica

Atelier de Fotografia Roessinger-Jeanneret, Avenue du Kursaal, 23, Montreux, Suiça

Localidade descritiva

Montreux, Suiça

Âmbito e conteúdo

Fototipia. Retrato de José Maria Raposo de Sousa d'Alte Espargosa (1886-1974) com 20 e poucos anos, de chapéu, busto a 3/4, sobre fundo branco com mancha escura a dar profundidade ao retrato. No canto inferior direito surge, gravado, o carimbo da casa fotográfica "Roessinger-Jeanneret/ - Montreaux -". Fototipia colada, ao nível superior, sobre uma primeira folha beje que sobressai em relação àquela cerca de 5mm em toda a sua volta, por sua vez fixada, também ao nível superior, ao cartão secundário, no qual se encontra, à esquerda, monograma do fotógrafo, constituído pelas iniciais SRJ, pintado a beje. No verso da fototipia, encontra-se o número 14582.José Maria Raposo de Sousa d'Alte Espargosa (Torres Novas, 1886 - Lisboa, 1974), filho único de Bernardim Raposo de Sousa d'Alte Espargosa (1859-?) e de Maria de Jesus Xavier de Figueiredo e Melo Oriol Pena (1864-?), unidos por matrimónio em 1886, em Santarém. Licenciou-se em Direito na Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra (1908). Casou, em 1912, em Lisboa, com Maria Teresa Valdez Briffa, e tiveram 6 filhos, 5 raparigas (Maria da Piedade, Maria de Jesus, Maria Teresa, Maria Octávia e Maria José) e 1 rapaz (Bernardim). Dedicou a sua vida à gestão do seu vasto património, de que se destacam grandes propriedades agrícolas, como por exemplo, a Quinta de Carvalhais (onde viveu) e as Quintas do Peru e da Valada. Foi membro da Direcção dos Bombeiros de Torres Novas, da Comissão executiva formada para a construção da actula igreja de Riachos e do Grémio da Lavoura de Torres Novas. Existe um retrato muito idêntico de Georges Salles (1889-1966), filho de Claire Salles e Adolphe Salles, neto por via materna de Gustav Eiffel, feito pelo mesmo fotógrafo e muito possivelmente na mesma altura, pois Georges Salles aparenta ter também cerca de 20 anos (Museu d'Orsay, nº inventário PHO 1981-80-49), o que leva a crer que terá sido através da família Eiffel que José Maria d'Alte Espargosa chegou ao fotógrafo suiço. (Fotografia de G. Salles on-line: http://www.culture.fr/recherche/?typeSearch=collection&SearchableText=Cauvin&portal_typ(...))

Cota descritiva

PT-AMM-AMR-FT-PR02-030 / AM-Arm. D

Cota original

OSB.8.772

Idioma e escrita

Características físicas e requisitos técnicos

Papel impresso. Bom estado de conservação, sujidades. Cartão secundário com sujidades. Limpeza a seco com pêra de soprar e borracha Artgum (cartão secundário).

Notas

Fototipia tirada à volta de 1910 (José Maria d'Alte Espargosa aparenta ter 20 e poucos anos), mas anterior a 1913, ano em que Roessinger-Jeanneret veio a falecer. A família de Gustav Eiffel tinha relações com a família de José Maria d'Alte Espargosa, conforme comprovam várias fotografias existentes neste espólio. Com efeito, Gustav Eiffel viveu em Portugal entre1875 e 1877, para acompanhar a construção da Ponte D. Maria Pia no Porto, e a sua empresa teve presença assídua no país até 1882 por causa da construção de outras pontes, sobretudo sobre o rio Douro. Note-se que Georges Salles, neto de G. Eiffel, e José Maria d'Alte Espargosa nasceram na mesma década (80', do século XIX) e que um primo deste, que veio a ser engenheiro (Francisco de Paula Raposo de Sousa d'Alte Espargosa, 1882-1963), também.